Teddy Bear - English for kids and teens - Inglês especializado para crianças e adolescentes

VOLTAR

ABRIL / 2013 Escola Teddy Bear: "Faz parte da minha vida"


A fluência na língua inglesa, obtida em 14 anos de estudo na Teddy Bear, foi determinante para o crescimento pessoal da aluna Maria Luiza Castro Amaral, recém chegada de um intercâmbio na cidade de Victoria, no Canadá. Feliz com a experiência vivida, ela constatou, na prática, o quanto aprender inglês é importante para se comunicar em um mundo cada vez mais globalizado. "Convivi com pessoas de vários países: China, Japão, Tailândia, Alemanha, Itália, México, Síria…", revela, lembrando que recebeu elogios pelo conhecimento do idioma. "Muitos dos meus amigos me perguntavam como o meu inglês era tão bom se eu só estava ali por tão pouco tempo", orgulha-se. Para essa pergunta, Maria Luiza sabe muito bem a resposta: "a Teddy Bear me deixou bem preparada para encarar todas as dificuldades". Na entrevista abaixo, ela conta um pouco de sua experiência e de sua forte relação com a Teddy Bear. Confira:

Intercâmbio no Canadá ajudou Maria Luiza a aperfeiçoar seu inglês Intercâmbio no Canadá ajudou Maria Luiza a aperfeiçoar seu inglês

Recentemente, você frequentou uma High School no Canadá. Como foi essa experiência?
A experiência de frenquentar uma High School no Canadá foi incrível! O período que fiquei lá cresci muito como pessoa, tive experiências maravilhosas e fiz amigos pelo mundo inteiro.

Você encontrou dificuldades em se comunicar em inglês?
O inglês não foi uma dificuldade para mim no Canadá. A Teddy Bear me deixou bem preparada para encarar todas as dificuldades.

O seu intercâmbio foi proveitoso? Que benefícios você obteve com essa experiência?
Meu intercâmbio foi muito proveitoso. A convivência com uma família canadense me proporcionou percepção valiosa do modo de vida deles. E aperfeiçoei as habilidades da língua inglesa. Tive a oportunidade de conhecer novas culturas, belezas naturais espetaculares e, principalmente, conviver com pessoas de vários países: China, Japão, Tailândia, Alemanha, Itália, México, Síria… O que mais me surpreendeu foi ver uma jovem de 16 anos, da Síria, que não estava lá pelo prazer e nem pela cultura, mas porque estava fugindo de uma guerra.

Você está cursando Direito na FURB (Fundação Universidade Regional de Blumenau). Já definiu a área em que pretende exercer sua profissão?
No momento, ainda não. É que o Direito oferece um leque gigantesco de opções. Quando você está começando a desenvolver afinidade por um ramo, outro novo aparece que lhe faz redefinir as ideias. No entanto, justamente por causa do inglês, o ramo do Direito Internacional sempre me atraiu. Com certeza, o inglês me auxiliará, se vier a optar por esta área.

Você está concluindo os estudos na Teddy Bear. Como foi esse período de convivência com a Escola?
A Teddy Bear faz parte da minha vida desde os 2 anos de idade. Foi um período de grande crescimento, tanto físico quanto intelectual. Entrei criança e estou saindo, aos 16 anos, com uma grande bagagem.

Você já decidiu o que pretende fazer profissionalmente? O fato de dominar a língua inglesa influenciou sua decisão?
A minha escolha profissional é Medicina e sei que grande parte da literatura que estudarei está em inglês, o que exige o conhecimento da língua. Além disso, dominar o idioma também facilita a comunicação em congressos internacionais. Mas seja qual for a profissão, o inglês é fundamental para o mercado de trabalho.

Desde os 2 anos na Teddy Bear, Maria Luiza vai se formar em dezembro, aos 16 anos de idade Desde os 2 anos na Teddy Bear, Maria Luiza vai se formar em dezembro, aos 16 anos de idade

Deixe uma mensagem para seus professores e também para os alunos que estudam na Teddy Bear.
Aos mestres que me acompanharam e me ajudaram nesta formação, tenho somente a agradecer. Em especial, à teacher Marli Soares, que me conduziu desde a infância até a adolescência, e ao coordenador Josué Mattos, que com seu jeito carinhoso nos coordena, orienta e nos impõe limite. Quero agradecer também aos amigos que fizeram parte dessa caminhada, com muitos risos, choros e conversas. Formamos um grande laço de amizade. Aos diretores Tony e Luciana, parabéns pela coragem e a visão de formar uma escola especializada em crianças e adolescentes, que possui educação de qualidade e metodologia diferenciada. Ir para as aulas não era obrigação, mas sim puro prazer. Assim foi comigo, e agora vejo que é assim também com meu irmão.