Teddy Bear - English for kids and teens - Inglês especializado para crianças e adolescentes

VOLTAR

MARçO / 2014 Foi muito bom ter estudado esses anos na Teddy Bear


Após 11 anos de Teddy Bear, o estudante Bernardo Speck Bezerra está realizando o sonho da maioria dos adolescentes de sua idade: participar de um intercâmbio. Aos 16 anos, ele está aprimorando seu inglês em Vancouver, no Canadá, onde completará três meses de intercâmbio.
Entusiasmado com a nova experiência, Bernardo faz questão de ressaltar a importância dos vários anos de estudos na Teddy Bear, que deram a ele condições de se comunicar adequadamente durante esse período. “Todos esses anos na Teddy Bear só me ajudaram a falar inglês com confiança”.

Na entrevista abaixo, Bernardo fala mais sobre o seu intercâmbio, os anos de Teddy Bear e os planos para o futuro. Confira:

Você está participando de um intercâmbio Canadá. Como está sendo essa experiência?
Tem sido perfeita! A cada minuto que estou aqui, mais eu gosto desse lugar, pois todos os dias conheço pessoas novas, de todos os lugares do mundo, e um pouquinho mais de Vancouver. Por isso, pra mim está tudo sendo perfeito.

Você encontrou dificuldades em se comunicar em inglês? Os anos de estudos na Teddy Bear ajudaram?
No começo, o que eu mais tinha dificuldade era a vergonha de falar. Eu ficava com muito medo de falar algo errado, mas com o tempo isso foi sumindo e hoje eu falo tudo que preciso sem medo. Afinal, errar é humano. Tenho certeza de que os anos que passei na Teddy Bear me prepararam totalmente para isso, pois uma coisa que valorizava eram as aulas de conversação, que te ajudam a falar inglês. E muito do que aprendi na sala de aula, com o speaking, eu uso aqui o tempo todo, seja vocabulário ou expressões.

Bernardo está participando de um intercâmbio em Vancouver, no Canadá Bernardo está participando de um intercâmbio em Vancouver, no Canadá

Você ficará três meses fora de casa, em um país com cultura e clima tão diferentes. Já conseguiu se adaptar bem?
É um pouco difícil se acostumar com um clima bem frio e com o dia a dia dos canadenses. Mas eu sempre encaro tudo com um sorriso e assim tem sido mais fácil me acostumar com coisas tão diferentes. Apenas o almoço aqui é que não me acostumo. É que no Brasil, o almoço é uma refeição importante, mas aqui é simplesmente um sanduíche.

Você ainda tem alguns anos até chegar a universidade, mas já decidiu o que pretende fazer profissionalmente? O fato de dominar a língua inglesa influenciou sua decisão?
E penso seriamente em estudar Jornalismo. É uma profissão que gostaria muito de exercer e, claro, o inglês é necessário nessa profissão, pois dominar outro idioma ajuda muito no mercado de trabalho.

Você começou a estudar na Teddy Bear em 2002, com apenas 4 anos de idade. Depois de 11 anos de estudos, você está participando desse intercâmbio. Valeu a pena todo esse esforço?
Claro que sim! Se não fosse a Teddy Bear, eu não sei como estaria aqui. Todos os esses anos na Teddy Bear só me ajudaram a falar inglês com confiança. Realmente só posso agradecer por todos esses anos.

Deixe uma mensagem para seus professores e também para os alunos que estudam na Teddy Bear.
Um grande OBRIGADO para todos os professores da Teddy Bear, desde os que começaram comigo, aos 4 anos de idade, até com os que me acompanharam com 16 anos. Alguns foram muito marcantes, como a Marli, o Gedean, o Darlan e a Mariá. Agradeço também aos coordenadores. Foi muito bom ter estudado esses anos na Teddy Bear e jamais vou esquecer.

Para os alunos, o recado que deixo é para que façam um intercâmbio. É uma das melhores experiências de vida e um aprendizado incrível!